6 Dicas para você administrar melhor seu restaurante

6 Dicas para você administrar melhor seu restaurante

Tem um restaurante e quer saber melhor como administra-lo para obter lucros e bons clientes? Ou pensa em abrir um restaurante, mas ainda não sabe como se faz para administrar um empreendimento do tipo? Este artigo traz todas as dicas necessárias para que um restaurante seja bem-sucedido e se destaque entre os demais.

1. Seja um bom líder

O essencial que toda pessoa deve ter em mente antes de administrar um restaurante é em como ser um bom líder. Em qualquer negócio, um bom líder é aquele que serve seus funcionários, servindo de exemplo e inspiração. (HUNTER, 1989)

Mas o que é servir os funcionários? É nada mais do que buscar compreender quais são as suas reais necessidades, acompanhando-os e agindo sempre que precisarem. Isso significa que você deve buscar dar treinamentos para seu pessoal, além de ajudá-los com qualquer dificuldade, entender sempre o lado deles quando algo sair errado e acima de tudo, dar feedbacks positivos, ou seja, elogiar.

Como todos sabem, restaurantes tem uma rotina bem puxada, os funcionários estão sempre muito ocupados servindo os clientes ou preparando todos os pratos aos quais chegam a eles. Essa rotina toda é passível de muito estresse, por isso o elogio do seu chefe na frente de todos é uma ótima forma de estimular um bom trabalho em cada um deles. Isso faz com que os outros também queiram ser elogiados na frente de seus colegas, aumentando a qualidade do trabalho. Além disso, se você quiser que um funcionário melhore em uma tarefa que não saiu como desejado, ao invés de criticar, seja um bom líder e elogie tudo em que ele é bom, dando uma sugestão de como ele poderia melhorar naquilo. Resumindo, dê valor ao trabalho de sua equipe.

Sorrir e ser simpático com a sua equipe é o mesmo de ser um ótimo exemplo. Se você o fizer, eles também sorrirão para você e consequentemente para seus clientes, tornando o ambiente de trabalho mais agradável e harmonioso. Mostre a eles como fazer uma determinada tarefa, e acima de tudo, confie que sua equipe realizará o melhor trabalho. A confiança é a base de todas as equipes, e sem ela, o time não fica efetivo, dando menos rendimento e consequente lucro ao empreendimento.

E por último, mostre que você também erra, nunca tente esconder um erro com a vergonha que seus funcionários descubram. Assim como eles, você também é ser humano e comete erros, e admitindo-os à sua equipe, mostra que você confia neles e que todos estão lá para aprender, evitando que algum funcionário esconda os erros de você quando o cometer. (LENCIONI, 2002).

2. Saiba como lidar com o cliente

Como dito no tópico anterior, estar sempre sorrindo é ótimo para deixar o ambiente de trabalho mais agradável, sendo que sorrir para os clientes é uma ótima forma de os fidelizar ao seu restaurante.

Além de sorrir, é muito importante ser simpático e conversar com eles quando possível, se interessando verdadeiramente nos assuntos em que eles conversarem com vocês. O que as pessoas mais buscam nas outras durante o dia é a simpatia, com a esperança de que aos poucos conseguirão esquecer aquilo que lhes faz mal. Por isso mostre-se empático e simpático aos seus clientes, isso o ajudará a tornar seu restaurante mais bem visto pelas pessoas.

Atribua a técnica de se adaptar a cada cliente, ou seja, se um cliente é mais risonho e fala com entusiasmo, seja entusiasta com ele também. Agora se um cliente é mais fechado e fala baixo, não tente ficar entusiasmado ou muito menos falar alto com ele, pois ele não gostará de sua atitude. Tente sempre de forma sutil “imitar” seu jeito de falar e de se comportar com você.

Também, lembrar os nomes dos clientes é uma ótima forma de não os perder e fazer com que eles sempre voltem ao seu estabelecimento. Nada melhor para uma pessoa ouvir do que o som do seu próprio nome. Ou seja, utilize de técnicas para lembrar o nome de quem passar pelo seu restaurante, anotando-os em um papel ou em algum bloco de notas do seu computador. Sempre que eles voltarem, chame-os pelo nome. (CARNEGIE, 1936).

3. Siga as regras conforme a Legislação

Em um restaurante ou qualquer empreendimento do ramo alimentício, é muito importante seguir com todas as regras e normas impostas pela Anvisa, pois estas serão cobradas pela Vigilância Sanitária. Além da cobrança, ter todas as normas em dia indica para seus clientes que seu restaurante é seguro e saudável, sendo seu diferencial dos outros estabelecimentos ao redor.

Segundo a resolução RDC nº 216 da Anvisa, seu restaurante precisa estar com a edificação, instalações, móveis e utensílios devidamente limpos e conservados, tendo um controle correto de vetores e pragas urbanas, com um abastecimento de água correto, além de ter um ótimo manejo dos resíduos. Ademais, uma adequada iluminação de acordo com o tipo e tema do seu restaurante é essencial para o aconchego dos clientes, além de na cozinha tornar sujeiras visíveis para uma limpeza mais eficiente.

 Também, se faz necessário que os manipuladores de alimentos sigam de acordo com as regras em questão de comportamento e vestimentas, fazendo o que é correto na hora de preparar os alimentos. A recepção de matérias-primas e ingredientes também deve ser feita da maneira adequada, com o correto transporte em serviços como delivery e adequada exposição do alimento quando já prontos.

Capacitar corretamente os funcionários e registrar todos os processos de seu restaurante, desde a higienização até a saúde dos manipuladores se faz necessário. Isso garante que um novo funcionário não comprometerá a qualidade do serviço do restaurante, se tiver o registro do passo-a-passo de cada procedimento. Para isso, tenha um bom Manual de Boas Práticas disponível à sua equipe, com todos os Procedimentos Operacionais Padronizados (POP) registrados nele. Esses são dois documentos indispensáveis a qualquer estabelecimento do ramo alimentício, pois diz como cada funcionário deve se portar, para que o restaurante mantenha um serviço de qualidade.

Além de tudo o que já foi falado, recomenda-se uma boa supervisão por parte do responsável pelo estabelecimento, para garantir que todos estão seguindo as regras e não deixando passar nada que vá em desacordo com as normas.

4. Saiba planejar

Saber planejar é essencial para administrar bem um restaurante. Sem planos, qualquer empreendimento pode perder o rumo e se afundar em um mar de dívidas ou até mesmo ficar estagnado com pouco lucro.

            Primeiro de tudo é importante planejar o rumo que você deseja para seu restaurante em um período de tempo, ou seja, tenha um sonho, e não se preocupe caso ele seja ousado. Tudo é possível quando um empreendedor sabe enfrentar a realidade nua e crua de seu negócio e se planejar de acordo com isso, sabendo quanto ele quer ganhar até o final do ano e assim traçar planos para que isto se torne realidade. Para isso, primeiro trace os objetivos que você quer atingir, para depois traçar quais serão os planos para chegar em pequenos resultados chave, que quando juntos, chegarão ao seu objetivo maior.

            Segundo, defina qual será seu público-alvo, tornando os meios de comunicação e serviços de divulgação apropriados e mais eficientes para seu restaurante.

            Terceiro, planeje seu caixa. Analise o ano anterior e defina quais serão seus maiores gastos, para que você trace soluções de imediato para eles. Isso evitará que seu estabelecimento saia no prejuízo.

            Por último, depois de planejado tudo, controle seu caixa. Tenha um modelo de fluxo de caixa eficiente, anotando todos os gastos reais e entradas de dinheiro. Ao final de cada mês, você saberá exatamente quanto teve de lucro e poderá analisar se o preço de seus produtos está em acordo com seus custos.

5. Utilize a tecnologia para o bem

Saiba como inovar. Siga as tendências do mercado, mas sem perder a essência de seu empreendimento. Nunca fique para trás em termos de tecnologia, e a utilize sabiamente, para que ela acelere o ritmo do seu estabelecimento, mas que nunca seja uma geradora de velocidade, ou seja, nunca dependa dela. (COLLINS, 2001).

            Tenha cardápios online, com serviços de delivery pelo facebook e site, para que o cliente tenha diversas opções de como pedir sua comida predileta. Isso também ajuda a atingir seu público-alvo.

6. Tenha uma ótima equipe

Por fim, depois de ser um ótimo líder para seu time, saber como lidar com seus clientes, seguir conforme a legislação e saber se planejar, utilizando a tecnologia para o bem, é essencial que você saiba escolher uma boa equipe.

Tenha as pessoas certas com você, que caminhem ao seu lado e o ajudem a atingir seus sonhos, comprando suas ideias e tornando seu estabelecimento um ótimo local de trabalho e um ambiente aconchegante para os clientes.

ANVISA. Resolução RDC nº 216. Brasil: D.O.U – Diário Oficial da União, 16 de setembro de 2004.

CARNEGIE, Dale. Como fazer amigos & influenciar pessoas. 52. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2012.

COLLINS, Jim. Empresas feitas para vencer. 1. ed. Rio de Janeiro: Alta Books, 2018.

HUNTER, James C. O Monge e o Executivo. 1 ed. Rio de Janeiro: Editora Sextante, 1989.

LENCIONI, Patrick. Os 5 desafios das equipes. 1 ed. Rio de Janeiro: Editora Sextante, 2015.

Deixe uma resposta